Bullying nas escolas

Bullying é o ato de violência física ou psicológica, praticados contra terceiros, causando dor e angustia, causando sérios problemas mental, físico, etc. pro resto da vida… Infelizmente essas atitudes são intencionais.

Esta palavra em inglês quer dizer brigão, valentão.

O bullying existe não somente na escola, mas sim na sociedade em geral, faculdade, trabalho, vizinhança. Qualquer forma agressiva contra os outros é bullying.

O que ás vezes parece uma implicância, um termo ofensivo, apelidos pode tornar uma pessoa triste amarga,, a ofensa faz com que as pessoas sejam, afetadas emocionalmente sendo sempre alvos de xingamentos.

Um possível ato de isolamento, uma timidez, um rendimento muito baixo nas escolas poderá perceber que crianças e adolescentes estão passando  por humilhações racistas, difamatórias ou separatistas podem apresentar doenças psicossomáticas e sofrer de algum tipo de trauma que influencie traços da personalidade.

Trazendo sérios riscos a saúde e em alguns casos extremos, o bullying chega a afetar o estado emocional de tal maneira que ele opte por soluções trágicas, como o suicídio. Ou até a ser violento com quem não tem que ser.

Discussões normais, e cotidianas com pais, alunos e professores não são bullying. Na hora do calor da discussão acabamos falando coisas e ofendemos até quem a gente ama.

O bullying, só existe quando é necessário que a agressão ocorra entre pares (colegas de classe ou de trabalho, por exemplo).

O bullying é uma agressão, mas nem toda a agressão é classificada como bullying.

O bullying sempre existiu.

Existe desde o fim da década de 70.

Ele ficou popular a partir do momento que veio os meios de comunicação, a internet, as reportagens da TV fizeram com que aumentassem as brincadeiras e os apelidos maldosos, que foram tomando cada vez mais proporção maior.

Hoje os pais não tem controle dos filhos, nem o professor tem controle do aluno piorando ainda mais as atitudes agressivas, e aumentando as ofensas contra os c9olegas.

Quem provoca o bullying quer se sentir popular, poderoso ter uma imagem boa pra si e valentão para os outros. Assim ele humilha, deprecia  e ofende o colega.

Ele não sabe dialogar, nunca aprendeu e o sofrimento do outro não importa pra ele porque o que importa é ele se sentir bem., pelo contrário, sente-se satisfeito com a opressão do agredido, supondo ou antecipando quão dolorosa será aquela crueldade vivida pela vítima.

Nos filmes americanos mostram muito a pratica do bullying em escolas, quando entra uma aluna nova vinda de outra escola ou de outro bairro, pior ainda se for de outro nível.

As coleguinhas começam a desfazer, xingar, as vezes até agredir uma colega nova.

Como observar o que está acontecendo quando a criança ou adolescente mudar de comportamento não querer ir mais a escola.

Hoje em dia é muito fácil participar disto com as redes sociais, porque o agressor passa uma mensagem e todos repassam participando e com isto propagando ainda mais a fofoca, agressão, a difamação.

O que temos que fazer é observar mais, chamar atenção quando algo estiver acontecendo e não dar risadinhas para uma piada achando que é engraçadinho.

Não repassar piadas, ofensas, xingamentos  contra pessoas conhecidas ou não.