Trabalho escravo no Brasil atual

Escravidão e uma pessoa tomar seus direitos,  tirando a liberdade do outro e impondo regras de conduta e de convivência social a força. Não deixando inclusive nem o pensamento livre tomando conta inclusive das suas ações.

Só que de acordo com o artigo 149 do Código Penal brasileiro, são elementos que caracterizam o trabalho análogo ao de escravo: condições degradantes de trabalho (incompatíveis com a dignidade humana, caracterizadas pela violação de direitos fundamentais coloquem em risco a saúde e a vida do trabalhador), jornada exaustiva (em que o trabalhador é submetido a esforço excessivo ou sobrecarga de trabalho que acarreta a danos à sua saúde ou risco de vida), trabalho forçado (manter a pessoa no serviço através de fraudes, isolamento geográfico, ameaças e violências físicas e psicológicas) e servidão por dívida (fazer o trabalhador contrair ilegalmente um débito e prendê-lo a ele). Os elementos podem vir juntos ou isoladamente.

Apesar da Lei Aurea ter sido assinada há muitos anos. Ainda hoje tem muitas pessoas sendo escravizadas.

Todos nós a partir deste momento nascemos livres perante a lei com direitos e dignidade igual a todos.

Hoje em dia temos a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, através de sua relatora para formas contemporâneas de escravidão, apoiam o conceito utilizado no Brasil e que trabalham com algumas organizações sem fins lucrativos para isto.

Hoje em dia existe ainda de forma disfarçada o trabalho escravo no Brasil.

Uma das maneira de adquirir mão-de-obra escrava, é através da mão de obra informal, onde uma pessoa promete mundos e fundos e salário altíssimos. Só que esquece de falar que enquanto el não pagar os gastos com estadia, passagem, etc. continuará a sua mercê.

Eles primeiro  e fazem uma amizade para ganhar a confiança depois quando já estiver com o empregado na mão escravizam e com isto o empregado não consegue pagar suas contas e nem se desvencilhar e com isto não conseguem pagar as dividas porque elas só acumulam.

Essas pessoas para escapar da fiscalização, criam locais apropriados como  alojamento, que as condições são as mais precárias possíveis tratados como bicho do mato. Porque os pets hoje em dia são tratados dentro de casa, tomam banho toda semana e tem ração com vitamina etc.

Infelizmente com a promessa de melhores condições e salário acabam entrando é numa fria.

Os que tentam ir embora, não conseguem, pois precisam pagar a divida, só que eles não conseguem porque vira uma bola de neve, quanto mais ele fica, mais ele gasta e não tem fim. E alguns ainda sofrem abuso, apanham, e passam por várias humilhações.

Com isto acontece ainda nos dias de hoje. Porque é proibida a saída dessas pessoas e são vigiados periodicamente, sendo evitado o contato com outras pessoas..

Hoje o que nos espanta é a escravidão de gente branca de outra pessoa branca  do mesmo pais escravizarem os irmão de nacionalidade, colocando várias pessoas no mesmo recinto e situação desumana e degradante.

Quando o ministério do trabalho consegue tomar ciência ai ele toma atitude, mas demora isso acontecer. Porque a dificuldade que essas pessoas encontram e barreiras são muitas , inclusive do idioma. Pra onde ligar, com quem falar, como falar. Ficando impossível a denúncia.